top of page

Burnout - Como o Stress Profissional Afeta as Relações?

 

Manter um equilíbrio entre a vida profissional e pessoal é um desafio constante e essencial nas nossas vidas. Com frequência, a linha que separa o trabalho da vida pessoal torna-se turva, e um dos aspetos mais preocupantes dessa realidade é o impacto do stress profissional nas nossas relações pessoais. Esse stress, originado no ambiente de trabalho, muitas vezes segue-nos até casa, afetando o nosso humor, a nossa capacidade de estarmos presentes e disponíveis nos nossos relacionamentos, bem como a nossa saúde física e psicológica.



 

O caminho para o burnout não é óbvio e muitas vezes instala-se sem darmos conta. Começa frequentemente com a aspiração de fazer tudo e de forma perfeita ou de se dedicar excessivamente ao trabalho ou a outras atividades. Com o tempo, essa persistente dedicação exagerada pode levar a um desequilíbrio, onde o trabalho e as obrigações dominam, enquanto o autocuidado e o lazer são negligenciados.

 

A identificação dos sinais de desequilíbrio é, por isso, fundamental. Sintomas como irritabilidade e tensão podem provocar conflitos desnecessários com parceiros, familiares e amigos. Além disso, um envolvimento excessivo com o trabalho pode levar a um distanciamento emocional daqueles que mais amamos. Quando o trabalho passa a dominar as nossas vidas, os relacionamentos pessoais podem ser relegados para um segundo plano, criando um conflito de prioridades.

 

Para enfrentar esses desafios, é preciso agir, aplicando estratégias eficazes: a comunicação aberta com parceiros e familiares sobre os problemas relacionados ao stress no trabalho é essencial. Esta partilha de preocupações pode fomentar a compreensão e o apoio mútuo. Além disso, estabelecer e manter limites claros entre trabalho e vida pessoal, como desligar dispositivos eletrónicos de trabalho em casa e dedicar tempo exclusivo para a família e amigos, é essencial. Investir em tempo de qualidade com os entes queridos e em atividades que reduzem o stress, como exercícios físicos e hobbies, também é vital para fortalecer os laços afetivos e aliviar a pressão do quotidiano. Em alguns casos, pode ser necessário reavaliar e ajustar os nossos compromissos profissionais para garantir que eles não estão a prejudicar a nossa vida pessoal. 

 

Assim, ao reconhecer o impacto do stress profissional nas nossas relações e ao adotar medidas preventivas para gerenciá-lo, podemos alcançar um equilíbrio mais saudável entre trabalho e vida pessoal. É importante lembrar que são as relações e os momentos partilhados com aqueles que amamos que trazem verdadeiro significado e alegria às nossas vidas.


Brígida Ribeiro

Psicóloga Clínica

88 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


Post: Blog2_Post
bottom of page